Urna eletrônica, a incerteza ou confiança do processo eleitoral

Please enter banners and links.

Mesmo com 30 barreiras de segurança nas urnas eletrônicas, grau de desconfiança em eleitores é alta .

O Tribunal Superior Eleitoral deve mesmo continuar defendendo com vigor o  sistema eletrônico de votação, se não forem meras Fake News, que tão grave e lamentavelmente têm sido a tônica destas eleições 2018, mensagens e videos circulando em nossas redes sociais nos últimos dias revelam apenas ocorrências isoladas, que merecem ou inclusive já foram objeto de análise e resposta rápida do TSE.

A disseminação da noticia  não deveriam, impressionar tanto, como se todo o sistema eletrônico de votação estivesse comprometido, apenas pelo simples fato tais mensagens serem reproduzidas à exaustão nas redes sociais.

RESPOSTA

 

No próximo dia (28), se comprovada qualquer ocorrência, merecerá então, análise e resposta imediante e ainda mais rápida do Tribunal Superior Eleitoral.

Um silêncio sobre o assunto permanece sobre o País, talvez fica muito fácil espalhar o que podem ser apenas boatos, somente depois da eleição, principalmente depois da definição do resultado, providências devem serem tomadas na hora,  registros devem ser realizados  na própria ata de votação da respectiva seção eleitoral, inclusive a permitir, imediatamente, pronto esclarecimento dos fatos e a adoção das medidas técnicas ou judiciais cabíveis.

VOTO IMPRESSO

Num momento de tanta tensão política como esse, em que as divergências vêm sendo resolvidas quase nas vias de fato, imaginemos o tumulto e não estaria vivendo o país, ao longo de toda uma semana de apuração dos resultados.

Não poderia exister a disseminação de fake news  ou de mensagens sobre ocorrências não comprovadas que acabam por comprometer a confiança do processo eleitoral, da nossa própria democracia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *